PESSOAS / José Carvalho


José Carvalho
40 anos, Lisboa, artista plástico
José Carvalho aKa 1ma63 é artista plástico, inspira-se no Bairro Alto de cima abaixo, e pinta as ideias na calçada da glória, procura atelier na sétima colina para não ter mais que sair dela.


Quais os teus locais preferidos do Bairro Alto?

para apontar sítios , tenho que fazer um mapa, quase como uma pequena viagem pela sétima colina, então o passeio  começa com os cheiros e cores do mercado da ribeira, depois não dispenso a boleia do elevador da bica, em dois passos, subo a colina nas vibrações dos cabos de aço que me puxam para cima, depois já se tornou um clássico, o café no quiosque da praça do Camões, adoro aquele espaço de encontro, quase como  uma rotunda da cidade, e enquanto Lisboa rodopia à minha volta, subo mais um pouco, e obrigo-me a passar pela Montana Shop, nem que seja só para dizer olá e olhar para os conjuntos novos de latas, , continuando a subir, é must visitar a Billy the group no edifício da Interpress, o terraço deles têm uma vista inesquecível, e é sempre com banda sonora vinda do Conservatório de música, subo até ao jardim do Príncipe real, só para ver a árvore do centro... para acabar, nada como um pôr-do-sol no adamastor, é um cliché mas fica sempre bem depois de qualquer dia...

 

O que torna o Bairro Alto e a sétima colina de Lisboa tão especiais?

O Bairro Alto foi-se assumindo como lugar especial para todos nós que já saímos a gatinhar até casa, mas a sétima colina ganha um gosto único  quando desaguamos no rio nas altas horas da manhã, deixando para trás o fumegar do Cais Sodré ... O que a torna especial ? As pessoas.

 Sendo artista, como descreverias esta zona da cidade, sabendo que existe uma forte ligação às artes?

Embora o meu atelier não seja na sétima colina, por varias vezes transferiu-se para lá,quer seja pela imaginação, ou por um cartaz rasgado num poste qualquer. O Bairro Alto têm vindo a ganhar Galerias ao longo do tempo, e penso que isso é positivo para ajudar  instituições como a ZdB a trazerem uma maior valorização do espaço diurno do Bairro Alto, chamando pessoas e artistas a trabalharem na sétima colina e a usarem a sua inspiração espalhada pelo espaço urbano que a contêm .

 Que intervenções tuas podemos ver nesta zona?

Pequenos autocolantes espalhados pelo espaço inútil , o meu painel da GAU na calçada da gloria, um vidrão na praça da Alegria.






 Comments




 PUBLICIDADE












Home
Night
Eat
Shops
Sleep
People
Blog
Chronicles
Video
Photos
Agenda
Agenda - Week
Info
Chronicles
History
Instagram
About
Bairro das Artes